IrreveЯsível

infinit(esimal)mente… cada fôlego.

Des-si

Posted by P.R.Lobo on Wed October 18, 2006

Constante…
Mal-estar…
Do próprio ser…
Dilacerado…
Quê que não cabe…
Não completa…
Aparece a esmo…
De qualquer jeito…
Precário…
Tudo que projeta…
Inverte…
Desrealiza-se…
Deformado…
Conformado…
Fica de fora…
Da vida que seria sua…
Esperando…
Na promessa…
De um dia sair…
Sem ter para onde ir…
Vive a passar…
Mais um dia…
Menos um dia…
Do que fazer com seu mal-ser.

One Response to “Des-si”

  1. Clara said

    Amigo. Continuo na árdua tarefa de ler (compreender) um livro de Nietzsche. Lendo no ônibus de volta pra casa encontrei uma passagem que me fez lembrar muito de ti. Esse post me lembrou sobre a passagem. Segue o texto:
    “(…) Esse estado não seria sentido com tanta amargura se o homem apenas se comparasse a outros com imparcialidade; pois então não teria razão de ficar especialmente descontente consigo mesmo, carregaria apenas uma parte do fardo geral da insatisfação e imperfeição humana. Mas ele se compara com um ser que vive sozinho, é capaz de todas as ações chamadas altruístas, e que vive na contínua consciência de um modo de pensar desinteressado: Deus; é porque olha nesse espelho claro que o seu ser lhe parece tão turvo, tão incomumente deformado.(…)”
    Apenas mais uma reflexão…
    Um beijo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: