IrreveЯsível

infinit(esimal)mente… cada fôlego.

Auto-outro

Posted by P.R.Lobo on Sat August 26, 2006

Está diferente…
Já não sei o que faço.
E o que falo, não sei por quê.
Tudo solto, boiando.
As coisas vão acontecendo.
E vou junto… derivante.
Não, eu que flutuo.
Meu corpo responde, ele prossegue procedente.
As pernas andam…
A cabeça olha e fala.
De onde?!
De quem vêm estes modos?
Onde está que não sei?
Lá onde não posso ver…
Uma curva infinitesimal…
Coloca-me de cara.
Bem de frente, deparo-me comigo…
Com o que diz: sou eu.
E me estranho.
Que voz é esta?…
Este eu…
Não conheço.

One Response to “Auto-outro”

  1. Nany said

    Estranhar-se é crescer? Estamos sempre mudando e nos perdendo de nós… Não é mesmo? se perder pra se achar… E se achar diferente.
    Beijinho amigo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: