IrreveЯsível

infinit(esimal)mente… cada fôlego.

Aborto

Posted by P.R.Lobo on Mon July 31, 2006

Não quero criar mais nada…
Que esteja fadado a morrer.
Viver a vida nascer… para secar, chorando.
Lágrima por vez…
Fôlego por vez… Como dói!
Por nada, não! Chega!
Desde quando agonia vale a pena?
Agonia não é fim.
De que vale este princípio?
Sabe que tua semente é infértil? Afasta-te!
Leva teu placebo.
Meu peito já está cru o suficiente.
Não tem verdade…
Deixa latente, que a promessa vale mais.
Minha vida não é estéril.
O que passa por mim… não passa, fica.
Estou cansado de germinar mentiras…
E parir perdas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: